• Victor Nunes

A Fábula do Carcaju


O Carcaju “Max” viaja por longas distâncias em meio a vários outros animais. A diferença primária do Carcaju é que não suporta ninguém ao seu lado. Ele, por si só, se considera auto-suficiente. Por isso, possui um território próprio de 600 Km².

Em sua região, o pequeno astuto viaja; Descobrindo novos lugares e novas oportunidades.


O Carcaju, ou Wolverine, como é popularmente conhecido na língua anglo-saxã, é um animal ambicioso e de sentido aguçado. Geralmente consegue enxergar na natureza boas oportunidades - E é isso que nosso Max faz. No entanto, nos últimos dias, começou a perder espaço para jovens lobos - Seus predadores naturais.


Os lobos, por sua vez, liderados por Luna (A alpha do grupo) andam em alcatéia. E apesar de, não serem tão astutos ou possuírem os sentidos tão aguçados como o do Carcaju, acabam obtendo vantagem no objetivo. 


Certa vez, Max viu o grupo de Luna caçar uma presa de maneira extremamente orquestrada... Todos pareciam ter o seu papel em prol de obter a comida. Aquilo tudo era muito novo para nosso Carcaju. Que mesmo observando a eficácia da caçada, ignorou.


A matilha dos lobos é formada por várias personalidades, cada um possui sua carga de experiência pessoal e conhecimento aprendido na natureza. Dessa forma, todos aprendem em conjunto, possibilitando que executem qualquer tarefa.


O Carcaju então, perde a liderança; E mesmo com os fatos, insiste em não se juntar a ninguém - Só fazendo tal quando estritamente necessário (procriar sua espécie).

O convencido Max, coitado, não percebeu que um grupo bem unido e diversificado pode conseguir muito mais que um indivíduo brilhante.

1 visualização0 comentário